Empreendedor

CONHEÇA OS TIPOS DE EMPRESAS E SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS!

CONHEÇA OS TIPOS DE EMPRESAS E SUAS PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS!

O sonho de ser empreendedor faz parte da vida de muitas pessoas. Mas, antes de começar um negócio próprio, é fundamental entender os tipos de empresas disponíveis para cadastro.

Sim, na hora de abrir o seu empreendimento, você terá que escolher uma modalidade empresarial. Aliás, é aqui que muita gente se confunde e, até mesmo, se perde.

Para você não ter esse tipo de problema, confira quais são as variações de empresas e seus portes, além das dicas para escolher o modelo correto!

Está abrindo o seu próprio negócio? Então, veja como o Capital de Giro pode ajudar você a dar seus primeiros passos!

 

Quais os Diferentes Tipos de Empresas?

São muitos os tipos de empresas no Brasil. Cada um deles possui regras, vantagens e desvantagens distintas.

Exatamente por isso é essencial se debruçar sobre o assunto e, assim, compreender detalhe por detalhe.

Veja quais são os modelos empresariais:


Sociedade Empresária Limitada (Ltda)

Para muitos donos de negócios, a Sociedade Empresária Limitada (Ltda) é a escolha mais interessante.

Tudo isso porque, como o próprio nome já adianta, é possível atuar com sócios.

Aliás, esses têm o mesmo papel e poder de decisão do dono. Além disso, podem sair e entrar da sociedade quando quiserem.

Outro ponto que chama atenção é a limitação quanto ao capital social da empresa. É claro que a gente torce para que isso não aconteça, mas, se a empresa ficar em dívida, por exemplo, os bens pessoais dos sócios não entram como pagamento das pendências.


Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli)

Ao contrário do caso anterior, no tipo de empresa EIRELI, a atuação do empresário é singular, ou seja, não dá para ter sócios.

Também existe a exigência do capital social ser equivalente a 100 salários mínimos, ao menos.

Nesse caso, há ainda a separação patrimonial (o capital da empresa fica separado do capital da pessoa física).


Empresa Individual

Mais um dos tipos de empresas é o individual, uma possibilidade para quem deseja atuar sozinho, sem sociedade.

Mas, atenção: essa modalidade impõe que o empresário responda tanto com seu patrimônio profissional como pessoal, caso tenha dívidas.

Vale ressaltar, também, que não dá para trabalhar como empreendedor intelectual, nessa situação.

Por exemplo, um médico que atende por conta própria não pode usar essa modalidade. Agora, se ele escolher abrir um hospital, que terá entrega de produtos e serviços, aí, sim, é permitido usar o modelo Empresa Individual.


Microempreendedor Individual (MEI)

O Microempreendedor Individual (MEI) também é muito comum no Brasil. De acordo com o Portal do Empreendedor, em 2020, essa modalidade de empresa alcançou 10 milhões de registros

Mas, o que será que chama atenção de tanta gente?

Simplicidade, essa é a palavra-chave. O MEI pode ser aberto de forma rápida e gratuita, sem burocracias.

Mas, essa modalidade também tem suas limitações, por exemplo, só é viável ter até um funcionário, e o faturamento anual não pode ultrapassar R$ 81 mil.


Sociedade Simples (SS)

Na Sociedade Simples, o empreendedor pode vender seus serviços, inclusive, os de natureza intelectual.

Dentro desse tipo de empresa, também é permitido ter dois ou mais sócios. Aliás, os parceiros profissionais podem se enquadrar no segmentos:

  • 1- Sociedade Simples Limitada — com separação de bens pessoais e patrimoniais (o capital físico também não pode ser tomado em caso de dívidas).
  • 2 – Sociedade Simples Pura — sem separação de bens pessoais e patrimoniais.


Sociedade Anônima (SA)

Por último, mas não menos importante, temos a Sociedade Anônima.

É o tipo de empresa em que os sócios compartilham o patrimônio por meio de ações e, dessa forma, estas podem ser vendidas ou compradas.

O modelo anônimo também contempla duas modalidades sobre as ações:

  • Capital Fechado — venda das ações somente para sócios do próprio negócio ou, ainda, para outros parceiros.
  • Capital Aberto — comercialização das ações na bolsa de valores.


Quais os Diferentes Portes de Empresa?

Agora que você já sabe quais são os tipos de empresas viáveis, chegou o momento de entender quais são os diferentes portes de empreendimentos.

Basicamente, as diferenças consistem na receita bruta e na quantidade de funcionários permitida.

Veja:

Microempresa (ME)

A receita bruta anual tem o limite de R$ 360.000,00.

Já o número de colaboradores pode ser de até 9 (comércio ou serviços) e até 19 (indústria).


Empresa de Pequeno Porte (EPP)

Já, nessa situação, a renda bruta anual tem que ficar entre R$ 360.000,00 a R$ 4.800.00,00.

Você também tem a opção de contratar de 10 a 49 funcionários (comércios ou serviços) ou  de 20 a 99 (indústrias).


Empresas de Médio Porte

Para abrir uma empresa de médio porte, você precisa ter uma renda bruta anual de 4.800.000,00 a R$ 300.000.000,00.

O quadro de funcionários tem que ficar entre 50 a 99 (comércio e serviços) ou de 100 a 499 (indústria).


Empresa de Grande Porte

É o porte que permite renda bruta anual maior do que R$ 300.000.000,00.

Sobre o número de colaboradores, ele deve ser superior a 99 (comércio e serviços) e mais do que 499 (indústrias).


Como Escolher o Tipo de Empresa Para Abrir?

Depois de conhecer os tipos de empresa, você, provavelmente, está se perguntando: como escolher a melhor alternativa?

Primeiramente, procure listar todos os seus objetivos e, assim, desenhar um modelo de negócio. 

Em seguida, compare as características do seu empreendimento (renda bruta anual, número de funcionários, possibilidade de sociedade, tipo de atividade — prestação de serviço,  venda de produtos ou abertura de indústria) com as permissões consentidas nas modalidades empresariais.  

 

Está abrindo o seu próprio negócio? Então, veja como o Capital de Giro pode ajudar você a dar seus primeiros passos!

 

Conclusão

De fato, existem muitos tipos de empresas. No começo, o assunto pode até parecer complicado, mas, como você viu, basta esmiuçá-lo para que tudo se torne mais fácil de entender.

Agora, então, faça comparações entre as variações de empresas e portes!
Não deixe para depois o seu sonho de abrir um negócio próprio. Conte com toda a ajuda da Conexão Financeira!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *