Dinheiro,  Economia,  Finança

Black Friday: como não cair em golpe

A Black Friday caiu no gosto dos brasileiros. Uma tradição do comércio dos Estados Unidos, ela começou a ser praticada por aqui em 2010 e, desde então, vem movimentando o mercado todo mês de novembro, com grandes descontos para os consumidores e grandes volumes de vendas para os comerciantes.

Mas a Black Friday também pode trazer surpresas desagradáveis. É significativo o número de golpes, fraudes, ofertas enganosas e outros problemas relatados pelos consumidores nessa data.

Aprenda aqui como se proteger destes perigos e aproveitar com segurança a Black Friday.

Perspectivas do mercado para a Black Friday

Esse ano os analistas e os empresários estão otimistas com relação ao desempenho das vendas na Black Friday.

O motivo é a recuperação da economia após quase dois anos de pandemia do novo coronavírus, com os estabelecimentos comerciais podendo adotar medidas cada vez menos rígidas de atendimento ao público e a renda voltando pouco a pouco para o bolso do trabalhador.

Uma pesquisa realizada pela Conversion, agência especializada em buscas na internet, apontou que, em 2021, 87,75% dos brasileiros pretendem realizar compras na Black Friday, número maior que no ano passado, quando 76,5% dos entrevistados alegaram essa mesma intenção.

O levantamento também revelou o grande temor dos consumidores em relação a golpes aplicados nesse período, especialmente nas compras online, que serão superiores às compras presenciais, confirmando uma tendência que a pandemia reforçou.

Veja também: Verdade ou mito: links de pagamento são confiáveis?

Black Friday: dicas de segurança para aproveitar

Infelizmente, há gente mal-intencionada por toda parte, tentando aplicar golpes em consumidores desavisados.

Os estratagemas utilizados pelos criminosos são muitos e é importante que saibamos identificar e nos prevenir contra eles, especialmente nas compras online, que requerem cuidados específicos. Confira a seguir as nossas dicas de segurança.

Fique de olho em falsas promoções

A Black Friday é marcada pelos altos descontos oferecidos pelos vendedores. Aproveitando esse clima de consumismo, muitos criminosos criam promoções falsas, com valores e condições bem atraentes, mas que só trazem prejuízos para o consumidor.

Um dos estratagemas mais usados é a criação de sites de marcas inexistentes ou idênticos aos sites de marcas famosas.

Neles, o consumidor pensa estar inserindo os dados para adquirir um produto real, quando na verdade está comprando um produto que nunca será enviado ou está fornecendo os dados para os criminosos clonarem o cartão.

Nossa primeira dica, portanto, é verificar a segurança e confiabilidade do site em que se encontra a promoção. Confira se há um ícone de cadeado ao lado do endereço da página e se esse começa por “https”, o que indica que as transações realizadas ali estão protegidas por criptografia.

Se a promoção for de uma marca famosa, verifique se o site realmente pertence à marca. É comum os criminosos criarem sites idênticos aos reais, com pequenas diferenças no endereço da página.

Também é preciso dar atenção às promoções oferecidas por e-mail, Whatsapp e redes sociais, pois elas podem encaminhar para os sites criados pelos criminosos. Nesse caso, confira se a mensagem foi enviada por e-mail oficial da empresa ou se foi postada por um perfil verificado.

Prefira lojas que você já conhece

A reputação de quem está oferecendo o produto é muito importante nessas horas. Prefira aquelas marcas conhecidas, com boa reputação entre os consumidores, ou mesmo aquelas com as quais você já fez negócio e ficou satisfeito.

Caso não tenha um bom conhecimento sobre a confiabilidade da marca, faça uma pesquisa pela reputação dela, em fóruns especializados, como o Reclame Aqui, ou conferindo como os especialistas a avaliam.

Meios de pagamento: prefira cartão virtual

O meio de pagamento utilizado na compra também pode contribuir para a segurança da transação. Prefira usar cartões de crédito, pois através deles é possível solicitar o cancelamento da operação ou mesmo algum tipo de reembolso. Nesse caso, é possível utilizar mecanismos de segurança oferecidos pela própria bandeira do cartão.

Outra dica é usar cartões virtuais, para evitar o golpe da clonagem. Com esses cartões, é possível bloquear números de identificação usados em compras e gerar novos números (ou seja, gerar “novas versões” do cartão) com grande facilidade, sem correr os riscos relacionados ao cartão convencional.

Pesquise valores com antecedência

A Black Friday é conhecida pelos descontos super atraentes, mas, como diz o ditado popular, “quando a esmola é demais, o santo desconfia”.

Nesse caso, é preciso desconfiar dos valores que fogem muito da média praticada no mercado. Uma forma de descobrir isso é pesquisando os valores que as outras marcas estão praticando ou consultando sites especializados em comparar ofertas.

Também é útil ir pesquisando os preços praticados nas semanas anteriores à Black Friday, de modo a se precaver dos “falsos descontos” ou de descontos que não são tão vantajosos quanto se anuncia.

Outras dicas de segurança

Há ainda outras medidas que os consumidores podem tomar para tornar a Black Friday mais segura. Uma delas é ter um bom programa antivírus instalado no seu computador ou smartphone.

Também recomendamos nunca realizar compras ou inserir dados pessoais usando Wi-Fi público, que é muito mais perigoso que o Wi-Fi privado ou as redes 5G.

Importância do planejamento financeiro

Esperamos que você possa aproveitar tudo o que há de bom na Black Friday com segurança, através das dicas que demos aqui. Mas precisamos alertar, por fim, que não são apenas os golpes e fraudes que podem gerar dor de cabeça nessa data.

A falta de planejamento financeiro pode levar muitos consumidores a gastar mais do que o orçamento permite e até ao endividamento. Por isso, planeje-se direitinho antes de aproveitar as ofertas.

Metadescription:

Mais uma Black Friday vem aí, com muitas promoções imperdíveis. Mas é preciso estar atento aos golpes e ofertas duvidosas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *